fbpx

Dia do Consumidor: não espere o carnaval passar para se preparar

  • My Office

Dia do Consumidor: uma importante data para o varejo que, infelizmente, ainda tem sido negligenciada por muitos pequenos e médios negócios.

Criada em 2014, a campanha cresceu mundialmente e já é conhecida como o primeiro grande salto do varejo no início de cada ano comercial.

Mundial e local

Trata-se de uma data mundial que está ganhando tanto reconhecimento quanto a própria Black Friday. No entanto, no Brasil o Dia do Consumidor, que ocorre mundialmente em 15 de março, disputa atenção com as festividades e o mito de que “o ano só começa depois do Carnaval” em nosso país.

Só depois do Carnaval

Não caia nesta armadilha! Segundo o Think With Google, os consumidores estão cada vez mais informados e começam a buscar sobre o Dia do Consumidor mais cedo a cada ano.

Ainda segundo a plataforma de insights da Google, o pico de buscas ocorre exatamente na nona semana do ano (semana do carnaval 2019).

De acordo com o estudo da plataforma, 73% das pessoas que compraram na data começaram a pesquisa uma semana antes, reforçando a ideia de que esse período de compras vai além de um só dia.

Nem só de e-commerce se vive um negócio online

Pode-se dizer que é um senso comum relacionar as grandes campanhas online com e-commerce. E se dissermos que 39% dos compradores pretendem comprar somente offline? Isso mesmo, nas lojas físicas!

Esta proporção é maior do que a projetada em datas como Black Friday, que registra apenas 18% de compradores offline.

Cerca de um terço respondeu que vai comprar em ambos os canais, o que implica dizer que um total de 71% dos internautas brasileiros buscam informações e tomam decisões de compra online antes e durante o Dia do Consumidor.

Metade das pessoas pretendem gastar mais de R$ 500, sendo:

  • 17% acima de R$ 2.000
  • 19% de R$ 1.001 a R$ 2.000
  • 16% de R$ 501 a R$ 1.000

Fato interessante: dos critérios que influenciam as compras no Dia do Consumidor, o preço é o fator decisivo para 46% das pessoas. Você é uma delas? Seu cliente é uma delas?

O que as pessoas compraram em 2018? Pegue o bloquinho e anote:

  • 35,4% alimentos e bebidas
  • 27,7% moda e beleza
  • 17,1% eletrônicos
  • 14% smartphones
  • 13,7% eletrodomésticos e eletroportáteis
  • 10,8% móveis e decoração

Observe bem o primeiro colocado da lista. Observou? Faz ou não faz sentido afirmar que muitos consumidores ainda pretendem comprar offline, apesar da suma importância do digital para a decisão final?

Uma lição valiosa

Neste artigo curto aprendemos que as datas promocionais ― festivas ou não ― influenciam não somente a venda, mas também as tendências de comportamento do consumidor da era digital.

A propósito, a transformação digital é o amanhã que já chegou, não mais aquele futuro distante eternizado nos filmes de ficção científica. Não temos carros voadores transitando entre os edifícios da cidade, no entanto, já possuímos carros autônomos, algoritmos para aperfeiçoar a experiência de compra e até automatizar processos de logística para o varejo.

Assim como a digitalização total das empresas, uma tendência futurista que já faz parte “do hoje” é a economia compartilhada. Atualmente, o número de empresas que investem em escritórios inteligentes para sediar o seu negócio tem crescido significativamente.

Clique aqui e conheça a solução que tem ajudado a reduzir custos operacionais e a startar e negócios em uma velocidade maior e com muito menos burocracia.

My Office, O Seu Escritório.

Fonte dos dados: Think with Google.