fbpx

Empreendedorismo feminino: quais os principais desafios?

Ao abrir a própria empreitada, uma mulher não contribui apenas para a própria auto estima financeira. Ela empodera outras a fazerem o mesmo e contribuem para alterar um espaço historicamente dominado por homens. Por essa razão, o empreendedorismo feminino tem mostrado sua força e conquistado cada vez mais espaço no mercado de trabalho.

Empreendedorismo feminino: O papel da mulher na sociedade ganhou um novo significado com os avanços da luta por direitos iguais entre os gêneros. Há 57 anos atrás, mulheres casadas precisavam da autorização do marido para trabalhar. Hoje, elas abrem seus próprios negócios e fortalecem cada vez mais sua independência financeira.

Ao abrir a própria empreitada, uma mulher não contribui apenas para a própria auto estima financeira. Ela empodera outras a fazerem o mesmo e contribuem para alterar um espaço historicamente dominado por homens. Por essa razão, o empreendedorismo feminino tem mostrado sua força e conquistado cada vez mais espaço no mercado de trabalho.

Empreendedorismo feminino no Brasil

De acordo com dados do Governo Federal, quatro em cada dez lares brasileiros são chefiados por mulheres. Entre essas, 41% são donas do próprio negócio. Na busca por uma nova fonte de renda ou pela independência financeira, cada vez mais brasileiras se tornam empreendedoras iniciais, parte delas sediadas em suas próprias casas.

Um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), principal pesquisadora de empreendedorismo do mundo, apontou que, no ano de 2016, as mulheres foram responsáveis por mais da metade dos novos negócios criados no Brasil.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), as empreendedoras brasileiras iniciais atuam em quatro principais ramos que ajudam a movimentar a economia do país: serviços de alimentação, serviços domésticos, comércio varejista de roupas e serviços de beleza e estética.

Ainda segundo o Sebrae, de 2001 a 2011, o número de mulheres empreendedoras (21%) cresceu significativamente quando comparado ao de empreendedores homens (9%). Em 2019, já são 9,3 milhões de mulheres na liderança de empresas no Brasil, gerando renda e oportunidades de emprego.

Empreendedorismo feminino: os obstáculos a serem superados

Mesmo com os avanços feitos ao longo dos anos, os desafios de uma empreendedora vão além do que se espera de qualquer empreendimento, uma vez que o cenário atual do empreendedorismo brasileiro é predominantemente masculino.

Segundo o Sebrae, apesar do estímulo inicial para empreender ser o mesmo para homens e mulheres, elas têm mais dificuldades para prosperar. Ainda que mais escolarizadas e menos inadimplentes, mulheres empreendedoras faturam, em média, 22% a menos que homens que exercem a mesma função e têm acesso a linhas de financiamento menores e mais caras.

Além das limitações financeiras, o preconceito também acompanha a mulher na hora de assumir seu próprio negócio. Simplesmente por ser mulher, uma empreendedora pode encontrar dificuldade para ser respeitada ou considerada competente para liderar um negócio, principalmente ao lidar com homens.

Empreendedorismo feminino: tema é de grande importância na sociedade

Empreender para uma mulher vai além da criação de emprego e renda: é também oportunidade de tomar as rédeas de sua vida, fazer a diferença em sua comunidade e reinvestir em sua família. Além disso, uma liderança feminina significa uma nova perspectiva no mundo dos negócios; muitas vezes, mais resiliente, empática e colaborativa.

O empreendedorismo feminino precisa ser fomentado pois ele é uma forma de confronto necessária ao empreendedorismo “tradicional”, pensado e criado por homens. Esse confronto gera um mercado de trabalho mais inclusivo, diverso e inovador e garante às mulheres protagonismo e, consequentemente, a conquista de mais espaços, assim como reconhecimento e satisfação profissional.

Investir em mulheres empreendedoras significa investir em desenvolvimento social e econômico e, portanto, em uma sociedade melhor.

É mulher, quer empreender, mas está sem espaço físico?

Acho que podemos solucionar esse problema com muita eficiência!

Somos um escritório compartilhado com profissionais e empresas de diversas áreas. Aqui, você pode iniciar o seu negócio com todo conforto! Somos um lugar profissional para realizar reuniões, para quem quer achar parceiros de negócios, para quem precisa de opiniões e gosta de conversar!

Clique aqui e saiba mais!

My Office, O Seu Escritório.